segunda-feira, 8 de outubro de 2007

Os idiotas


Preciso urgentemente um manual de boas maneiras para a internet.

Sou um tabaréu digital. Um analfacibernético. Um internáutico de primeira viagem. Além de um idiota completo, claro. Enfim, um daqueles que descobre os poderes do blogger década depois da sua invenção e fica assim, ah é ah é ah é, cheio de interrogações feito o Gato Félix.

O Gato Félix, não. Félix ao menos sabia usar os pontos de interrogação pra se safar de algum perigo: os pontinhos [? ?? ?? ???] viravam ganchos etc.

Félix saía voando, dependurado neles.

Enrola, enrola, embaça, embaça, a pergunta é:

- Se-alguém-que-tem-um-blog-visita-o-da-gente-e-faz-um-elogio... a gente:

a) Responde no comentário seguinte no nosso próprio blog.

b) Faz uma visita de cortesia no blog do alheio e diz, como quem não quer nada: “Fulano (a), tava passando por aqui e... a propósito: adorei a visitinha que você fez lá no meu blog”.

c) Dá de ombros e faz que não leu – são, afinal, tânnntos comentários.

A opção “a” implica que pretendemos que o sujeito ou a tipa que nos comentou passe sempre por lá pra espiar se o comentário foi publicado.

A opção “bê” pode ser meio cara-de-pau, além de uma cafajestice interesseira: o cara mete um link automático pro próprio blog ou até cita o benedito com todas as letrinhas (pros analfa que nem eu).

A opção “cê”, embora à primeira vista pareça ser falta d’educação, pode esconder, na verdade, uma alma tímida e um coração acometido por soluços conflitantes – sabe como é, né? Se ninguém escreve, sofre como um coronel de Macondo; se escrevem demais, o fastio é grande, que o sorumbático detesta elogios.

Toda essa galinhagem porque uma moça muito simpática me visitou e eu fiquei meio sem graça em responder.

(Pra quê tem blog, oh anta?! – alguém falou, eu ouvi.)

Bom. Deixa estar.

Ela vai entender.

3 comentários:

Mme. S. disse...

Mallarmé cita um ditado hindu que diz: "As moscas buscam as úlceras; os malvados buscam as brigas, os reis buscam as guerras"...
e eu acrescentaria: "E as mulheres buscam a simpatia enquanto fingem que não entendem nada".
meu querido, irmão do amigo e também amigo de rápidas e agradáveis conversas em priscas eras, um beijo grande procê. talvez eu esteja quebrando o protocolo dos quesitos a, bê e cê, mas isso aqui é só para te desejar boas inspirações, Sheyla.

Carito disse...

Quando você conseguir o manual, por favor me empreste. E se em vez de um manual conseguir um automático é ainda melhor!

ImóveisRN disse...

Já assinei o RSS.
Muito bom, gostei do blog! Parabéns